terça-feira, 20 de julho de 2010

Belém vermelha. Porque só a luta muda a vida.



Houve um tempo em que o povo se colocou em movimento.
Rompendo as amarras da tradição,
erguendo a cabeça e olhando de igual para igual.
Houve um tempo em que o povo - aquele que vive de seu próprio suor -
decretou sua verdadeira independência,
assumindo para si o papel de senhor de seu próprio destino.
Houve um tempo em que o sonho se fez multidão.
E a multidão, quando enxerga além do horizonte, não se detém diante de nenhum obstáculo.
Muitos estavam lá.
Muitos se entregaram de corpo e alma nessa batalha decisiva.
Edmilson, aquele que é sabe ser herdeiro das melhores tradições de luta
e de resistência, ocupou o lugar central nessa construção política extraordinária.
Nas imagens, o registro da imprensa paraense no dia seguinte à reeleição de Edmilson
como prefeito de Belém em 2000.

Um comentário:

  1. Rosãngela Cecim Albim22 de julho de 2010 09:52

    Houve um tempo que o sonho de construir políticas públicas de inclusão e justiça deixou de ser sonho e foi a mais concreta realidade.
    Este tempo foi regido por Edmilson com a força do povo guerreiro desta terra cabana.
    Tenho certeza que serão estes mesmos guerreiros cabanos que vão reeditar este tempo de possibilidades, justiça, direitos e liberdade.
    O tempo da fartura de felicidade voltará.
    Rosângela Cecim Albim

    ResponderExcluir